quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

PÊNIS: MANUAL DA USUÁRIA


Nem todos os homens são iguais. Mostramos que há mais surpresas dentro de uma cueca do que você poderia imaginar. Abra a embalagem e divirta-se.

Pênis: manual da usuária
Foto: Tom Schierlitz
Antes de entrar em ação, você precisa aprender os mecanismos do equipamento que vai operar: bem-vinda ao manual de uso do pênis! Escalamos para essa missão quem mais entende do assunto: um homem. Ele mapeou o dito-cujo tintim por tintim e, de quebra, ensinou técnicas para você enlouquecer seu parceiro na cama (no chuveiro, no sofá, no carro...) hoje mesmo.

Eu pensei que escrever sobre o meu amigão aqui embaixo seria uma tarefa simples. Afinal, convivo com ele — com alguns poucos sobressaltos — há exatos 33 anos. Mas bastou uma conversa com um urologista para eu descobrir: “Há diferença entre orgasmo e ejaculação”, me disse Fernando Korkes, titular da Sociedade Brasileira de Urologia e professor da Faculdade de Medicina do ABC (Grande São Paulo). E mais coisas de que eu já desconfiava, como a falácia de que a prova de que a transa foi boa é o homem ter gozado. A seguir, um guia com fatos e curiosidades sobre o nosso bem mais valioso, o pênis, junto com algumas dicas as quais a gente torce, torce, mas torce muito para que vocês ponham em prática.


O GRANDE COMPANHEIRO

O pênis é um órgão bem mais complexo que o simples salsichão de churrasco que ele parece. No topo de tudo fica a parte mais cheia de nervos e sensível do conjunto, a glande. A borda que contorna toda a glande é chamada de coroa. Agora imagine-o ereto, você olhando de frente e, logo abaixo, ligado à coroa, vem um pedaço de pele chamado de frênulo. Quando o pênis está flácido, toda essa pele que antes estava esticada passa a encobrir a glande e recebe o nome de prepúcio (circuncidados não têm). Um pouco mais abaixo, fica a parte maior e mais volumosa, formada pelo corpo cavernoso, que são duas colunas de tecido esponjoso que se enchem de sangue na ereção. Um tecido semelhante, o corpo esponjoso, envolve a uretra, um fino canal que transporta a urina e o esperma de seus respectivos compartimentos para fora do pênis. E de onde sai o esperma?


A FANTÁSTICA FÁBRICA

Os testículos funcionam como uma verdadeira fábrica de testosterona e esperma. Em se tratando de tamanho e performance, existe uma única evidência científica digna de nota: “Quanto maiores os testículos, maiores são os níveis de testosterona e maior é a quantidade de esperma produzido”, explica Harry Fisch, diretor do centro de reprodução masculina do Hospital Presbiteriano/Centro Médico da Universidade Columbia, em Nova York, e autor do livro The Male Biological Clock (O relógio biológico masculino). Mas tanto faz se são grandes ou pequenos, o trabalho que eles executam é exatamente o mesmo. Um alerta que você pode dar ao seu parceiro para garantir o futuro da progênie é que ele evite cuecas muito apertadas e banhos de banheira muito quentes e demorados. Se você sentir vontade de dar um trato todo especial ao conjunto, saiba que isso é muito bem-vindo. Comece acariciando de leve, como se fosse um gato. Se ele abrir um sorriso bobo, passe livre. A próxima etapa é você deitar de barriga pra cima e pedir que ele se ajoelhe sobre você, na altura da sua boca. Aí é só ele abaixar para você controlar a intensidade da sucção.

Dos testículos para trás o caminho é mais polêmico. O períneo, região que vai dali até a entrada do ânus, popularmente conhecido como terra de ninguém, é uma parte do corpo repleta de terminações nervosas. Experimente estender o cafuné que você vinha fazendo no item acima e veja se o sorriso bobo continua. Continua? Adiante, mas com uma ressalva. Há mulheres que nem cogitam seguir porque não têm vontade e muitos homens agradecem. Entretanto, algumas, mais curiosas, fazem questão de cruzar a fronteira e há homens que não se opõem. Vejamos por quê.


PONTO G

A manipulação anal que leva até a próstata, o popular fio terra, pode causar sensações que dependem muito mais de aspectos emocionais do que físicos do homem. Alguns sentem prazer, outros dor, e há os que não sentem absolutamente nada. Alguns especialistas defendem que próstata é o ponto G do homem. A regra é uma só: a vontade de chegar até ali tem que ser do casal. E sem essa de que experimentar tudo deve ser uma obrigação. Algumas mulheres nutrem uma estranha obsessão de querer dar uma... perdão por ser tão direto... dar uma dedada no parceiro; já outras nem querem ouvir falar, com medo de que o cara goste e vire gay. Bobagem. A orientação sexual é o que direciona o desejo de uma pessoa por outra, que pode ser por uma mulher, um homem ou ambos. Gostar de fio terra não é indício algum de que o homem seja gay. Desde que ele goste que seja feito por uma mulher.


HOMEM FINGE?

Para entender bem o que se passa nessa cabeça, que ora pode funcionar, ora não — como você bem sabe —, é preciso literalmente se debruçar sobre ele. Mas, antes, um pouco sobre os fatos que envolvem o ser acoplado ao pênis: o homem. Ao contrário do que a maioria pensa, o orgasmo masculino nem sempre é igual. Se por muito tempo acreditou-se que a ejaculação era uma prova incontestável de êxtase, hoje se sabe que uma transa pode ser avaliada de ótima a ruim — exatamente como no caso das mulheres. E mais, com o advento da camisinha, nós já podemos ter nosso momento mulher: fingir para acabar com aquele rala-e-rola se não estivermos curtindo. É isso, olho por olho. Não, não estamos querendo nos vingar pelas décadas de insegurança, mas agora você sabe que precisa rebolar — no bom sentido — para saber que está realmente agradando.


>> GUIA DO SEXO MANUAL
Mapeamos tintim por tintim o nosso bom e velho pênis. Use sem moderação.

1. A MASTURBAÇÃO
Pegue bem firme no pênis como se estivesse segurando o guidão de uma bicicleta (nem muito em cima, nem muito embaixo: na metade) e vá fazendo o vai-e-vem. Os segredos são dois: pressão (segure com vontade) e velocidade (ritmada e bem rápida). E não hesite em perguntar se ele prefere mais forte ou mais fraco, vai sempre do gosto do freguês. Ou então seja intuitiva: conforme você faz a pegada, fique atenta para a cara que ele faz e controle o ritmo.

2. O SEXO ORAL
“Enquanto a parte de baixo do pênis responde à pressão, o topo, que é onde fica a glande, responde à fricção”, esclarece o terapeuta sexual Ian Kerner, autor de He Comes Next (algo como Ele goza depois). Portanto, o alerta mais importante a ser tomado é: evite os dentes. Receber uma mordida só não é pior do que um chute no saco. Com uma das mãos você pode formar um anel com o indicador e o dedão e segurar firme na base — eu disse bem firme! —, fazendo com que a ereção fique mais consistente, o que também ajuda a retardar o orgasmo. A receita é combinar a língua e os lábios, controlando a pressão para cima e para baixo, tirando o pênis da boca e lambendo nas laterais. O upgrade na modalidade acontece quando você usa o anel que formou com os dedos para subir até a glande e descer junto com a boca.

3. O ARREMATE
Aproveitando que o pênis já está bem molhado pela prática 2 (dar uns goles num copo d’água facilita), prepare o gran finale que deixa qualquer cara doido. Com uma das mãos segure na base enquanto com a outra, levemente espalmada, escorregue de baixo para cima, chegue à glande, dê uma polida, desça até embaixo e depois suba tudo outra vez. De novo, tanto a pressão quanto o tempo despendido em cada etapa do processo vão depender de quanto seu parceiro faz aquela cara de “não para, não paaara...” Agora, basta unir as três técnicas e partir para o abraço. Calma lá, não precisa ser as três ao mesmo tempo. Faça um pouco de cada uma; cansou da 1, parta para a 2, depois a 3, a 1 de novo, 2, 3...


>> OUTROS FATOS ACERCA DO PÊNIS

“Existem três tipos de ereção”, explica Karen Boyle, diretora de medicina reprodutiva do Brady Urological Institute do hospital Johns Hopkins, em Baltimore (EUA). A do tipo reflexiva é aquela que acontece em resposta à estimulação direta do pênis. A psicogênica surge de fantasias, quando o cara pensa que está transando, assiste a um filme pornô ou ouve safadezas ao pé do ouvido. A do tipo noturna acontece durante o sono. Essa última, segundo Fernando Korkes, tem uma função fisiológica. Sabe quando piscamos porque o olho está seco? Mesma coisa, é involuntário. No caso do pênis, é para manter o equipamento bem oxigenado e garantir o bom funcionamento do sistema. Significa que pode acontecer ao lado da maior gostosa do mundo ou da minha avó.

O pênis dos brasileiros tem em média 14 centímetros quando ereto. A sexóloga americana Amy Levine indica duas posições para aquelas que algum dia precisarem lidar com tamanhos extremos: se for um pênis menos avantajado, vá de papai-e-mamãe e mantenha as pernas fechadas, elevando-as até encostar no peito dele. Isso faz com que estreite um pouco o canal vaginal. Se for um salsichão, o melhor é você por cima para controlar melhor a profundidade e o ritmo da penetração.

 

>> CARDÁPIO ESPECIAL
ERA DO GELO
O barato - Chupe uma pedra de gelo e caia de boca. O frio do gelo e o calor da boca dão uma sensação legal. Só a língua gelada e acrobática já faz um efeito e tanto. Junte os mamilos nessa. O cuidado - Não exagere. O problema aqui é ficar duro... de frio e se recusar a entrar em ação.
ALÍVIO REFRESCANTE
O barato - A bala Halls tem outra função além de garantir um hálito fresco. Ela também proporciona um prazer inusitado se consumida antes do sexo oral. O cuidado - Pode grudar e deixar tudo meio melecado. Tome um gole de água depois da bala.
MICHAEL JORDAN
O barato - Você abocanha o pênis inteiro de uma só vez, consecutivamente. Êxtase visual. O cuidado - Se o cara for bem-dotado e bater fundo na garganta, pode dar vontade de chamar o Hugo.
REVEZAMENTO
O barato - Você reveza o pênis e os testículos no sexo oral e manual. Não há limites para a língua. O cuidado - Nunca, jamais use os dentes em nenhum dos dois.
VELOCIDADE MÁXIMA
O barato - Sexo oral enquanto ele dirige é tiro e queda para sair da mesmice. Prazer, adrenalina e emoção de ter que prestar atenção na estrada. O cuidado - Se a estrada for esburacada, você pode bater com a cabeça na direção.
CHUÁ, CHUÁ
O barato - Você de joelhos no chuveiro, fazendo sexo oral. Água, os vidros embaçados. Tesão! O cuidado - Não cair de testa no azulejo nem engasgar.
SOBREMESA
O barato - Um plus em tempos de sexo politicamente correto. A ideia é colocar a camisinha aromatizada desenrolando com ajuda da boca. O aroma adocicado no ar dá um clima de perversão. O cuidado - Use em doses homeopáticas para não enjoar.
COMBO
O barato - Para iniciadas. Tudo entra na brincadeira: virilha, períneo, pênis, saco. É como fazer barba, cabelo e bigode ao mesmo tempo. Prazer multiplicado O cuidado - O cara não se controlar e você acabar com a (sua) festa aqui mesmo.
LUSTRA-MÓVEIS
O barato - Para atiçar antes da hora D, roçar a língua suavemente na glande. Quanto mais devagar, melhor. O cuidado - Não se alongue demais, o excitamento vira relaxamento e, aí, beijinho, beijinho, tchau, tchau.

O QUE EU FAÇO COM ISSO AGORA?
Se alguma vez você se viu sem saber o que fazer depois que ele gozou na sua boca, não se desespere. Não existem regras. É uma questão, literalmente, de gosto. Acima de tudo, você tem que curtir. Há mulheres que são craques e somem com tudo rapidinho nos deixando com a maior pulga: para onde foi!? Só não vale engolir para agradar e depois fazer cara de nojo. E se engolir e quiser beijar na boca depois, please, tome uns goles de água. Sair para cuspir no banheiro pode, mas faça discretamente, com olhar de malícia, sem sair correndo como se estivesse fugindo de um incêndio.

fonte:http://mdemulher.abril.com.br/amor-sexo/reportagem/esquente-o-clima/penis-manual-usuaria-696913.shtml

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

LIBIDO EM ALTA - TRUQUES PARA MELHORAR SUA VIDA SEXUAL


Libido (do latim, significando "desejo" ou "anseio") é caracterizada como a energia aproveitável para os instintos de vida. De acordo com Freud, o ser humano apresenta uma fonte de energia separada para cada um dos instintos gerais.
"Sua produção, aumento ou diminuição, distribuição e deslocamento devem propiciar-nos possibilidades de explicar os fenômenos psicossexuais observados" (1905a, livro 2, p. 113 na ed. bras.)
A libido apresenta uma característica importante que é a sua mobilidade, ou a facilidade de alternar entre uma área de atenção para outra.
No campo do desejosexual está vinculada a aspectos emocionais e psicológicos.

A falta do desejo sexual pode ser causada por uma infinidade de razões, como estresse ou puro desgaste da relação, entretanto a mais comum das causas tem a ver com a produção feminina de hormônios.
Problemas com o desejo sexual, tanto em homens como em mulheres, estão se tornando cada vez mais frequentes.  
Afinal, nós sabemos bem que os problemas rotineiros e as longas jornadas de trabalho são um desestímulo para encarar uma noite frenética de sexo. Mas, calma lá, você pode até ter noite que o seu único desejo é deitar e dormir, só que isso não pode virar um hábito ou o seu relacionamento pode esfriar.
A melhora da vida sexual de cada pessoa depende única e exclusivamente de algumas mudanças comportamentais. Ou seja, é preciso estar a fim de investir em mudanças para driblar o cansaço e aumentar a libido.
  
*Disfunção libidinal
A falta de libido é referida como frigidez.
Muitas doenças, incluindo doenças mentais e doenças psicossomáticas, estão relacionadas com falta de libido ou a perda de libido, por exemplo:

*Depresão 
*Anorexia 
*Obesidade
*Cirrose (beber em excesso) 
*Hemocromatose (A hemocromatose tem como principal característica uma tendência à absorção aumentada de ferro do trato gastrointestinal). 
*Falta de testoterona no homem, e a Efeminização.

Algumas doenças resultam em um aumento excessivo da libido, por exemplo:

*Hipertireoidismo leve 
*Obsessão  
*Sifilis
Alguns medicamentos, e muitas drogas provocam alterações na libido. Um aumento patológico da libido é também conhecido como vicio do sexo ou ninfomania.

Confira abaixo algumas dicas que podem te auxiliar nessa tarefa e aproveite a noite!

*Corra mais (ou comece agora) - Segundo estudo realizado pelo Instituto Kinsey, EUA, correr 3,5 horas por semana aumenta o tesão em 75%. Isso porque fazer exercícios aumenta a autoestima e, consequentemente, o desejo sexual. Se você é sedentário, não tem problema começar aos poucos, pois o importante, nesse caso, é intensificar o fluxo de sangue no corpo.
*Abaixo ao sexo ‘na caminha’ - Transar em lugares diferentes (e não inusitados), segundo estudo realizado pela Universidade de Kentucky, EUA, tira você da rotina, o que aumenta produção de dopamina, precursor natural da adrenalina que contribui para orgasmos mais intensos. Vá para o sofá, banheiro ou cozinha e deixe sua vida sexual mais animada. 
*Faça sexo na casa de parentes, amigos, a sensação de coisa escondida esquenta a relação.
*Vinho tinto, por favor - Além de ajudar a relaxar e a contribuir com a saúde do seu coração, de acordo com a Universidade Concordia, em Montreal, beber uma taça de vinho tinto deixa as mulheres mais predispostas ao sexo.

*Coma mais ‘japonês’ - Para as fãs de comida japonesa, uma boa notícia, segundo a Fundação Britânica de Nutrição, o salmão, peixe rico em Arginina pode contribuir para aumentar a libido sexual, uma vez que o aminoácio presente em sua carne prolonga a excitação.
 *Morangos do prazer - uma pesquisa realizada pela Associação Americana de Ciências da Recepção Química revelou que o cheiro de morango intensifica o desejo sexual, aguça os sentidos da mulher e ainda a deixa mais predisposta ao sexo.
*‘O 14º dia eleva o prazer a 14ª potência’ - De acordo com o especialista em fertilidade, Sammy Lee, parte da capacidade de ter desejo sexual é desencadeada pelos hormônios andrógenos, que atingem seu pico de produção entre o 10º e o 14º dia do ciclo menstrual. Por isso, invista em roupas mais sensuais e estimule o gato que você não vai se arrepender de ter instigado a brincadeira e para os meninos aproveitem esses dias que elas estão e alta e gozem de muito prazer.
*Pé quente - Segundo pesquisa realizada pela Universidade Texas A&M, a probabilidade da mulher ter um orgasmo é 30% maior se ela estiver com os pés quentes. Então, se os pezinhos estiverem gelados, já sabe, o melhor é correr para debaixo do edredon!
fonte:http://vilamulher.terra.com.br/libido-em-alta-truques-para-melhorar-sua-vida-sexual-3-1-31-857.html

domingo, 24 de fevereiro de 2013

DOR NA HORA DA TRANSA PODE SER DOENÇA


Na relação sexual, as duas pessoas envolvidas aproveitam ao máximo os momentos de prazer, certo? Errado. Nem sempre é isso o que acontece. Muitas vezes a "hora H" pode ser acompanhada de dores durante a penetração ou no coito, a chamada dispareunia. É preciso ficar atento, pois os incômodos podem ter origem psicológica, mas em muitos casos são o indício de doenças que podem resultar até mesmo na esterilidade.

Segundo a ginecologista e obstetra Maria do Carmo Simoneti, dispareunia é um dos distúrbios entre outros das disfunções sexuais femininas e pode ser de dois tipos: dispareunia de penetração e dispareunia de profundidade.

Para o ginecologista e sexólogo Amaury Mendes Júnior, a dispareunia pode ocorrer tanto em homens quanto em mulheres, mas é mais comum entre as mulheres. "É um tipo de disfunção sexual que pode estar relacionado a bactérias, infecções ou parasitoses presentes na vagina ou no pênis", explica. "No Brasil, estima-se que cerca de 23% das mulheres tenham este tipo de disfunção sexual", relata Maria do Carmo.

"É necessário um exame físico minucioso para identificar as áreas dolorosas e verificar se existem alterações da anatomia e a presença ou não de lesões vulvares", explica Mendes.

"A dispareunia geralmente tem causas orgânicas. Os fatores psicológicos também podem estar associados, mas têm mais relação com o chamado vaginismo, ou seja, a contração involuntária dos músculos próximos à vagina que impedem a penetração pelo pênis, dedo ou ainda objetos", comenta o ginecologista.
Tratamento:
De acordo com a ginecologista Maria do Carmo Simoneti, os progressivos avanços na indústria farmacêutica e a crescente sensibilidade de alguns profissionais de saúde quanto à sexualidade feminina são importantes fatores para ajudar a solucionar o problema. "O tratamento vai depender do tipo de disfunção sexual, que deve ser avaliada e orientada pelo ginecologista da paciente", diz Maria do Carmo.

"O não tratamento pode levar a mulher a um estado de angústia pessoal, podendo influenciar tanto nas relações entre parceiros quanto na qualidade de vida da mulher", enfatiza a ginecologista.

"Se a origem do problemas forem bactérias ou infecções, a mulher pode até mesmo ficar estéril se não se cuidar o mais rápido possível", acrescenta Amaury Mendes Júnior.
O que causa a dispareunia? Fatores Orgânicos:
- Infecções genitais, a exemplo da candidíase (monilíase), tricomoníase, entre outras
- Doenças de pele na região genital: foliculite, pediculose púbica ("chato"), psoríase
- Doenças sexualmente transmissíveis, como cancro mole, granuloma inguinal
- Infecção ou irritação do clitóris
- Doenças que acometem o ânus
- Irritação ou infecção urinária
- Nos homens, pode-se destacar a fimose, doenças de pele, herpes genital, doenças do testículo e da próstata
Fatores Psicológicos:
- Dificuldade em compreender e aceitar a sexualidade de uma maneira saudável ou sentimento de culpa
- Crenças morais e religiosas muito rígidas
- Medos e tabus irracionais com relação ao sexo
- Falta de informação
- Traumas infantis relacionados à sexualidade
Serviço:
Amaury Mendes Júnior - ginecologista
Endereço eletrônico: www.amaurysexologo.med.br

Maria do Carmo Simoneti - ginecologista e obstetra
E-mail: clin.simoneti@yahoo.com.br  


fonte:http://saude.terra.com.br/interna/0,,OI2424601-EI1517,00-Dor+na+hora+da+transa+pode+ser+doenca.html

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

TOME AS RÉDEAS DO SEU PRAZER E ALCANÇE O ORGASMO


 Especialista dá dicas para alcançar o êxtase sozinha ou com o parceiro 

Você sabia que a principal reclamação sexual da mulher é não chegar ao orgasmo? Pesquisas afirmam que 30 a 40% das brasileiras nunca sentiram ao menos um. O motivo, segundo especialistas, estaria relacionado ao fato da masturbação ainda ser vista com um ato masculino. Mas será isso mesmo? O DaquiDali conversou com a psicóloga e terapeuta sexual Ana Canosa e descobriu que não existem tantos segredos assim para conquistar o ápice sexual, e que o clímax feminino pode ser atingindo com truques bem simples.

*Desligue as luzes, ligue uma música e explore seu corpo
A dica de massagear o clitóris pode ser feita com ou sem a presença do parceiro. A prática, no entanto, pede um instante de relaxamento, que pode começar com um banho prolongado e a escolha de um lugar confortável. Estímulos eróticos, como a leitura de conto sensual ou até filmes pornográficos, também são bem-vindos. “A mulher pode massagear a região com a mão ou com um vibrador pequeno, e aos poucos ir explorando o clitóris até que chegue ao orgasmo”, explica a terapeuta.  Se estiver acompanhada, pode recorrer a esse truque enquanto o homem a estiver penetrando.

*Estimulação pelo púbis masculino: ele também vai gostar!
O ápice feminino pode também vir pela variação da Posição do Missionário. Nela, a mulher fica de barriga para cima e, ao invés de dobrar as pernas ela abre. “O homem se coloca esticado entre a parceira fazendo um movimento pélvico de vai e vem, estimulando dessa forma a área íntima”, explica Ana. “Outra maneira é que a mulher esteja por cima e o homem por baixo, assim o clitóris fica sobre o púbis, o que também facilita demais o disparo do orgasmo”, acrescenta.


*Permita-se a novas posições e transe fora da cama
Experimente ficar de pé, de costas para o parceiro e apoiada levemente sobre uma mesa. “O homem pode massagear o clitóris da parceira com a mão enquanto estiver com o pênis dentro da vagina, ao mesmo tempo”, diz a terapeuta. A prática exige uma certa da habilidade masculina. Nesta hora, o homem precisar estar igualmente atento aos dois pontos do corpo, uma vez que a mulher pode alcançar o clímax pela vagina ou mesmo pela região clitoriana.


*Preliminares seguidas de sexo oral para você subir pelas paredes
O êxtase pode ainda vir com o sexo oral. Mas antes, é importante focar nas preliminares. Beijos, toques e carícias na parte interna da coxa são truques excelentes para dar aquela “turbinada” para a prática. “Deixe o “caminho livre” para o parceiro chegar até a região íntima e peça para que estimule o clitóris com a língua”, afirma a psicóloga. “Se por acaso a mulher perceber que vai demorar para atingir o orgasmo, ela pode ajudar fazendo o movimento de vai e vem”.

E se depois você conseguir atingir o orgasmo, saiba que há também técnicas para prolongar o prazer. A professora de ginástica íntima Regina Racco, ouvida recentemente pelo DaquiDali, ensina como: “Existem duas maneiras de ampliar ápice feminino. A primeira é através da própria libido (desejo) e a segunda é pelo fortalecimento do canal dos músculos vaginais com exercícios. Um deles é automassagem, que deve ser feita em local tranquilo, por aproximadamente 15 minutos”, explica a especialista.

COMO FAZER A AUTOMASSAGEM
1 – Comece pelo rosto, massageie bem, de cima para baixo na direção do pescoço. Repita o movimento nos ombros e braços descendo até as mãos. 
2 – Massageie os seios, em especial os mamilos. Circule o umbigo, massageando bem o abdome. Desça as mãos para o baixo ventre, massageando de forma ampla toda a região pubiana e a virilha. 
3 – Feito isso, pare. Inverta o processo e reinicie a automassagem pelos pés e vá subindo pelas pernas. Não tenha pressa em chegar à região genital e preste atenção ao que está sentindo: se existe excitação, pouca, muita...
4 – A parte mais demorada desta automassagem é na região genital. É nela que a atenção deve estar toda concentrada. O objetivo é que a mulher se toque da forma que sentir mais prazer.
5 - Na hora do sexo não tenha vergonha de se tocar quando estiver sendo penetrada. Isso faz parte de seu momento com seu parceiro e ele como homem vai entender isso.

Redação DaquiDali 

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

HOMENS SÃO VITIMAS DA DOR DE CABEÇA NA HORA "H"


Dor de cabeça na "hora H" pode parecer desculpa, mas nem sempre é. A cefaléia do orgasmo é uma doença que atinge uma a cada cem pessoas no mundo, mas ainda é pouco relatada por vergonha dos pacientes. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Munster, na Alemanha, a cefaléia orgástica atinge cerca de três vezes mais homens que mulheres, e é mais comum entre os 20 e 25 anos. 
"Os pacientes que sofrem deste problema relatam que, quando atingem o orgasmo, a cefaléia costuma perdurar por até 48 horas e, se o interrompem, a dor desaparece sozinha em menos de uma hora", conta o neurologista da Sociedade Americana de Dor de Cabeça e da Sociedade Internacional, Abouch Krymchantowski.

A causa principal da cefaléia do orgasmo ainda não foi descoberta. Há duas correntes de estudo: uma afirma que durante o ato sexual o aumento da pressão sangüínea, a dilatação de vasos na cabeça e a produção de serotonina podem provocar as crises. Já outra corrente acredita que o cérebro do paciente "enxaquecoso", que já apresenta um desequilíbrio químico natural, recebe o estímulo do orgasmo como um fator desencadeante da dor, como o estresse. A cefaléia do orgasmo representa de 0,2% a 1,3% de todas as dores de cabeça que se manifestam em caráter freqüente.

fonte:http://saude.terra.com.br/interna/0,,OI3411812-EI1517,00Homens+sao+vitimas+da+dor+de+cabeca+na+hora+H.html


A única dor de cabeça ligada a sexo que eu conhecia era aquela usada para driblar o marido empolgadão, virar para o lado e apagar o abajur (beijo, amor!). Quem nunca? Ontem, descobri que existem mais de 250 tipos de dor de cabeça e que uma em cada cem pessoas sofre com a cefaléia do orgasmo. Isso representa cerca de dois milhões de brasileiros!
Em entrevista ao Sexpedia, o neurologista Abouch Krymchantowiski (soletrar o nome dele já me faz querer uma aspirina) explicou as características dessa doença que “destrói a vida sexual dos pacientes”. Durante a transa, segundos antes de atingir o ápice da excitação, a pessoa sente uma dor fortíssima, explosiva e difusa – ela não se concetra em uma região só, como a nuca, mas em todo o crânio. E ali, na melhor parte do bem-bom, o incômodo é tanto que o ato precisa ser interrompido. Em poucos minutos, a dor passa. Se insistir no orgasmo, pode ficar 48h com a cabeça latejando (a de cima, que fique claro).

Mas por que isso acontece? Segundo o especialista, existem algumas teorias, como uma dilatação súbita no calibre dos vasos sanguíneos do cérebro. Como é uma dor pouco prevalente, que ocorre em cerca de 1,2%, as indústrias farmacêuticas não investem em pesquisas específicas para ela. “É mais comum em quem já tem enxaqueca”, afirma Krymchantowiski. “Acredita-se que essas pessoas tenham uma disfunção no controle anti-dor do cérebro, sistema que produz endorfina”.


A cefaléia orgásmica tem tratamento: uma combinação de antiinflamatórios com remédios para aliviar a dor. Mas é preciso procurar um neurologista especializado em dor de cabeça e fazer acompanhamentos por exames, como ressonância e tomografia. “Alguns pacientes declararam ter a dor há muito tempo, mas achavam que era psicológico”, diz o especialista membro da American Headache Society e da International Headache Society.
Para ele, os números são subestimados por vergonha e tabu – e porque os médicos não sabem diagnosticar o problema. “Muita gente sofre anos em silêncio e passa até a evitar a vida sexual”. O curioso é que os homens são os que mais reclamam deste tipo de dor e procuram ajuda depois de repetir tanto “hoje, não, querida”.
 O Neurologista afirma que cerca de  1% da população sofre com este tipo de dor de cabeça.
fonte:http://colunas.revistaepoca.globo.com/sexpedia/?p=2327&cp=6

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

MULHER CIUMENTA - 9 Dicas que vão transformar sua vida!

 1º Se conheça: Tá pode ser idiota isso, mas não é. Pense, como podemos pensar em amar alguem se não nos amamos, e como nos amar se nem ao menos nos conhecemos? Qual o doce favorito do seu homem? O que ele mais gosta de fazer? O que ele nao gosta de fazer? Isso tudo eu tenho certeza que vc sabe, mas e ai, vc sabe essas coisas sobre vc mesma????
Pode parecer idiotice mas não é, faça uma lista com suas coisas favoritas, coisas que vc nao gosta e tudo mais, tudo que te ajuda a se conhecer melhor.

2º Se valorize: Quando você quiser uma coisa, não abra mão apenas pq seu homem quer o contrario. Conversem entrem num consenso, mas nunca deixe que ele decida tudo. Isso é uma atitude que transforma você em uma pessoa mais valorizada, e pra se valorizar você vai precisar se conhecer melhor. E acreditem pessoal, quando você começa a se valorizar as outras pessoas também irão fazer o mesmo. Considere-se um troféu e será tratado como um!

3º Finja : É, vcs devem está se perguntando: "que tipo de conselho é esse?!" Quando digo pra você fingir quero dizer de verdade. Não é pra mentir é pra fingir!!! Vou explicar melhor, se você está com ciúmes, finja que não está!!! Não deixe seu namorado ou parceiro perceber que você está com ciume! Isso vai fazer com que seu parceiro perceba uma mudança no relacionamento ( mudança pra melhor claro!) e vai começar a gostar da mulher confiante que tem!

4º Tenha suas atividades: Pessoal, o tanto de mulher que ama demais que conheço que não tem o que fazer é incrivel. Não estou chamando ninguem de vagabunda ou atoa não, estou falando que nós mulheres que amamos demais temos o péssimo hábito de não saber direcionar nossa atenção. Assim, acabamos firmando nossa atenção apenas no parceiro, consequentemente ele se torna a coisa mais importante pra nós e o medo de perder o nosso "bem mais precioso" cresce na mesma proporção. Então, quando se conhecer melhor como diz a dia 1, perceberá que tem algo que gosta que você não faz. Por exemplo, faça um curso de linguas, vá pra academia, vá num curso de maquiagem, num clube de leitura, aula de dança, escreva um livro, mas FAÇA ALGO QUE VOCÊ GOSTE!!! E que seja algo SEU!!! Por isso mãos a obra, tenha um tempo reservado pra você e tenha suas atividades.

5º Não seja mãe do seu parceiro: Eu já cometi tanto esse erro!!! Meu Deus, como isso é idiota, isso prejudica tanto um relacionamanto. Deixe que seu homem resolva os problemas dele! Nós temos tanta mania de querer facilitar a vida dele, depois nos perguntamos pq eles não nos valorizam. Não nos valorizam pq é muito comodo pra eles, sai a mãe de cena, entra a mulher  pra continuar a dar tudo mastigado. Já percebeu que perdemos até o interesse sexual quando nos tornamos mãe demais? Assim não pode né? Não tô falando pra não fazer nada para ele, estou falando para não fazer tudo! Ajudar sempre vale, mas lembre-se de se ajudar.

6º Banque-se: Se falou que não vai ligar, NÃO LIGUE!!! Se disse que não vai atrás dele, NÃO VÁ! Se falou que ia fazer, FAÇA!!! Pecamos muito por não bancar nossas promessas, nossas ameaças. E homem é homem, se eles acham que não vamos fazer, pronto, não adiantou NADA! Pq atitudes assim farão com que você perca sua auto estima, e com isso perca valor perante seu parceiro.

7º Dê e exija liberdade: Tem muito casal que tem dois pesos e duas medidas. O homem EXIGE sair sozinho, mas quando você quer ir pro barzinho com suas amigas, isso é um ABSURDO. Tendo sua vida e suas atividades como diz a dica 4 você vai começar a fazer suas coisas, e precisará de um tempo sozinha, ou com suas amigas, portanto LEMBRE-SE que seu homem tem o mesmo direito hem? Nada de ciúmes! E vamos lembrar uma frase dita pelo ex-namorado da escritora Gisela Rao. " Quanto mais você me dá liberdade, menos eu uso..." Isso faz TODO SENTIDO! Claro que a casos que a liberdade acaba com qualquer relação, dependendo do sujeito que troca você por qualquer bagunça.

8º Nâo exija um princípe encantado: Já percebemos que eles não existem ne? Então nada de fazer exigencia demais do seu namorado, noivo ou marido. Ninguem é perfeito, então não adianta esperar demais, todo mundo tem defeito, e pode ter certeza que o que o seu companheiro tiver vai te incomodar MUITO!!! Lembre-se de duas coisas: ELES também tem qualidades e principalmente, VOCÊ TAMBÉM TEM DEFEITOS!!! E tenha certeza que ele incomoda ao seu companheiro, portanto RELEVE!


9º Persista: De nada adianta conhecer as outras 8 dicas se você não levar a fundo a ultima.  MAS PERSISTA SEMPRE EM MANTER A CALMA !!! Existirão dias dificeis, mas tente recomeçar. Então mesmo que vc tenha feito tudo "errado",  recomece!!! PERSISTENCIA É O SEGREDO DO SUCESSO!!!

 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

SEXO FAZ BEM A SAÚDE

 
Faça sexo. A mais vital das atividades físicas humanas faz bem para a saúde, inclusive a mental. São tantos os benefícios que, além dos psicólogos, os médicos também passaram a recomendá-lo - embora as relações sexuais não sejam remédio ou tratamento, propriamente dito. Melhor assim, pois está garantido que não há contra-indicações ou efeitos colaterais, nem mesmo é preciso usar com moderação. Assim como alimentação saudável e exercícios regulares, a atividade sexual regular alivia o estresse, ajuda no combate à depressão, revitaliza o corpo, estimula a mente e ainda é um excelente exercício aeróbico e anaeróbico. Mas como entender todos os efeitos do sexo? Carmita Abdo, psiquiatra e coordenadora do Prosex (Projeto de Sexualidade do Hospital das Clínicas de São Paulo), explica: "O sexo é um termômetro da saúde física e emocional do ser humano. Quem tem uma vida saudável tem um desempenho sexual satisfatório. No entanto, as pessoas que praticam relações sexuais com regularidade conseguem equilibrar seus hormônios e estimular suas potencialidades. Elas são mais felizes com elas mesmas". Conseqüentemente, diz Carmita, "aumentam a auto-estima e o ânimo para trabalhar e para enfrentar os problemas do dia-dia".
Deixar de fazer sexo pode fazer mal à saúde, se não for algo muito bem resolvido: "Quando é uma opção deliberativa, por exemplo, a religião não permite, a pessoa canaliza a energia sexual para outras atividades. Já alguém que tem o desejo, mas reprime, corre o risco de sofrer de doenças psicossomáticas, como úlcera, infarto, asma brônquica e estresse", avalia o psiquiatra e sexólogo Ronaldo Pamplona da Costa, membro da Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana. Isso ocorre, diz Costa, porque o inconsciente transfere para o corpo suas repressões e desejos.
Não é a toa que o sexo transforma, felizmente para melhor, o desempenho físico e psíquico de seus praticantes, já que ele modifica toda a química do corpo. Entre as diversas substâncias liberadas no ato sexual está a endorfina. Essa proteína afeta mecanismos cerebrais que controlam o humor, a resistência ao estresse e à dor e, principalemente, as sensações de prazer.
O sexo também é considerado um exercício físico relaxante: "Quem pratica alivia as tensões e descarrega energia, ativando o metabolismo. É comum sumirem as dores de cabeça ou nas costas", afirma Turíbio Leite, especialista em medicina esportiva.
Além de atenuar as tensões, na atividade sexual queima-se de três a dez calorias por minuto, em uma média de 100 calorias por relação. A musculatura é enrijecida, devido à contração de músculos como os do abdome, nádegas e pernas. Para as mulheres, vale ressaltar mais uma vantagem: ao melhorar a circulação sanguínea, o sexo ajuda a derrotar a celulite. Mais um ponto na lista de virtudes que o sexo proporciona.

http://saude.terra.com.br/interna/0,,OI257522-EI1517,00-Sexo+faz+bem+a+saude.html

“Ainda assim há certo conservadorismo no comportamento sexual feminino. Ousar não é tão comum assim”. Mas também tenha em mente rapazes que você pode mudar isso, com jogo de cintura e malícia no papo com a parceira". 

Faça de cada lugar a dois um momento único e especial. 









 

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

OS 9 MAIORES ERROS DOS RELACIONAMENTOS MODERNOS


A gente sabe que não há fórmulas prontas para relacionamentos felizes. Relacionamentos não são da área de exatas, são de humanas, o que dificulta muito o processo. No entanto, como observadores das relações das pessoas, temos notado que, na maioria das vezes, os motivos para os términos, brigas e frustrações são muito parecidos. Por isso, na coluna de hoje, trouxemos uma lista dos maiores erros que causam o fracasso dos relacionamentos modernos:

1 – Uso do pronome “eu”, em vez do nós “nós”

Talvez pela facilidade e grande oferta dos relacionamentos, as pessoas entrem neles pensando somente no seus próprios umbigos. Sabemos que manter a individualidade é essencial, mas isso não exclui a necessidade de se estabelecer parcerias verdadeiras. Afinal, se você só quer pensar no seu bem, então vale muito mais a pena ficar sozinho. Não inclua outra pessoa na sua vida para trocá-la como quem troca de cueca.

2- Objetificação das pessoas

Muita gente se mostra como objeto mas não quer ser tratado como tal. Alguém que conquista o outro pelo carrão, pela garrafa de Absolut na mesa, pelos peitos turbinados, pela cinturinha fina, precisa estar preparado para, cedo ou tarde, ser tratado como um objeto descartável.

3- Falta de alinhamentos

Você já entrou num trabalho sem saber qual era o job description? Então porque entraria numa relação sem conversar sobre o que está disposto a oferecer e sobre o que espera do outro? Antes de dizer o romântico “sim”, deveria ser lei ter uma conversa de esclarecimentos pra tratar dos mínimos detalhes, mesmo que eles pareçam bobos e sem importância do tipo: “Odeio reuniões familiares, ok? Não me convide pra jantar com sua família o tempo todo.“, “Adoro comer e odeio dieta e exercícios – não venha me cobrar a perda da borracharia que eu cultivo conscientemente“, ou ainda “Amo cachorros e gosto de dormir de cochinha com eles. Às vezes a cama vai ser ocupada por um terceiro integrante.” Assim, se uma qualidade sua for insuportável aos olhos do outro, o relacionamento nem começa e evita desgastes futuros.

4- O hábito de cultivar mentirinhas

Pra algumas pessoas, mentir é um hábito tão comum quanto escovar os dentes. Essas pessoas são guiadas pela lei “se ele não souber, não tem problema”. Ou seja, ele define uma regra pro relacionamento sem saber se o outro está de acordo. É uma relação “eu-eu” pois ela é construída somente de acordo com o que um dos dois acha certo.

5- Alienação das pessoas

BBB, novelas, futebol, seriados – tudo isso seria ótimo se não ocupasse um tremendo tempo nas nossas vidas. TV é um conteúdo passivo, ficamos lá de boca aberta diante dela engolindo tudo o que a mídia quer nos enfiar guela abaixo. O resultado? Falta tempo pra reflexões. Se você trabalha o dia todo e quando chega em casa acha uma forma de distração pra não ter que pensar em nada, nunca vai conseguir solucionar seus problemas e seus fantasmas. Por isso pessoas seguem cometendo mesmos erros em relacionamentos, repetem as mesmas cagadas, porque simplesmente não pararam para refletir sobre os males que certos comportamentos causam nas suas vidas.

6- Apego excessivo aos rituais

Pessoas parecem ainda estar muito entorpecidas com os rituais que envolvem os relacionamentos, e esquecem de pensar no que realmente importa. É o caso da moça que compra aliança, faz noivado pra família toda, começa a pesquisar vestido, e esquece de cuidar do que realmente importa – a relação com o outro. O final do filme a gente já conhece – casamentos que mal começam e já terminam. Será que se os dois tivessem gastado tempo investindo em cuidar dos problemas do relacionamento em vez dos problemas da festa de casamento, não teria sido muito mais proveitoso?

7- Competição

Em vez de buscar um parceiro, muitas pessoas passaram a buscar seres que poderiam dominar. Dinheiro é só uma forma de manipulação nesses casos. Tem gente que quer manter uma hierarquia no relacionamento através do sexo, através dos conhecimentos de vida, através do currículo, através dos argumentos nas discussões, etc. Estar por cima (e não me refiro ao sexo) passou a ser mais importante do que estar ao lado.

8- Escassez de elogios

Elogiar é um exercício e precisa de prática pra virar hábito. Pessoas muitas vezes acham que o relacionamento já está garantido, que o outro de alguma forma lhe pertence e por isso acham que não precisam mais elogiar como faziam no início. Ledo engano. Se você não disser, ela(e) nunca vai saber.

9- Falta de exploração no sexo

Na sociedade Ocidental em geral, o sexo é visto como algo sujo, imoral, vergonhoso. Por isso, muita gente vive esse tema da vida da forma mais rápida, direta e simples possível. Pessoas acham que sexo só se faz com pau e boceta, quando na verdade esses órgãos deveriam ser somente a cereja do bolo, o grane finale. Não é de se esperar algo diferente do que um sexo que cai na rotina e se torna tediante e mecânico com o passar do tempo.
fonte:http://www.casalsemvergonha.com.br/2013/01/21/os-9-maiores-erros-dos-relacionamentos-modernos/

E PASSAM DIAS E DIAS SEM TRANSAR, ISSO É NORMAL?

Para tudo agora. Não pode ser normal um casal transar de 10 em 10 dias. Ok, a gente sabe que não existe frequência obrigatória, cada um transa quando quer, mas basta observar ao seu redor e ouvir relatos de que esse tipo de comportamento afunda qualquer relacionamento. Sempre que o casal passa a fazer sexo só em ocasiões especiais, um fenômeno ocorre: os envolvidos passam a ser somente amigos. Você pode não ter se dado conta, mas isso pode estar acontecendo com você. Você curte a companhia do outro, se divertem juntos, mas não transam – ou seja, são amigos e não namorados ou marido e mulher. Se a frequência está nesse nível triste, basta fazer continha de multiplicação pra prever o futuro: daqui há algum tempo, estarão praticamente fazendo sexo uma vez por mês. E isso é triste.
Por que simplesmente conseguiram separar amor de sexo. Parece mentira mas quando o problema é só sexo, ele é muito mais fácil de ser resolvido. O duro é quando a crise acontece na área do amor – quando acaba a admiração, o respeito, o interesse pelo outro ser. Aí então estamos falando do câncer do relacionamento. Agora, se o problema for somente na cama é fichinha. É disperdício jogar um relacionamento na lata de lixo somente porque ele está com vontade de pegar em outros peitinhos, ou de acariciar uma outra bunda. A mesma coisa serve para você – se sua carência é por um pau diferente, o problema é menor do que parece.
Mas nem tudo são flores e nem todo mundo está preparado para enxergar com essa clareza. Nosso ego grita, dispara todos os alarmes de PERIGO, aciona o toque de recolher, quando se vê diante de uma ameaça do outro encontrar alguém melhor do que a gente. Contra isso, não há garantias.
Estando ciente disso, cabe a você decidir. Se acha melhor abrir mão do relacionamento. será que isso vai resolver tudo? É preciso estar ciente de que você  precisa se esforçar para aumentar essa frenquência do sexo e também dar um gás nessa mornice, se não querem que um relacionamento bacana fique somente na memória por causa do sexo.  Romanticos podem dizer que sexo não é tudo, que estamos sendo radicais, que dá pra ser feliz em casal sem sexo mas, como não temos tempo para hipocrisia, deixamos o alerta: se não se esforçarem mais, vai dar merda. Cada vez mais, serão mais amigos e menos namorados, até que um belo dia um ou outro irá encontrar alguém que faça os olhos brilharem, o coração descompassar, as borboletas no estômago ficarem enlouquecidas. E então, não há mais volta.
Deixe o ego de lado e pense com carinho numa solução.
PENSEM NISSO !!!!
Boa sorte!

sábado, 9 de fevereiro de 2013

DECLARAÇÃO DE AMOR – Dicas de Como Fazer:



Ah o Amor… Aquele sentimento lindo que deixa os dois amantes pensativos pelos cantos; faz o coração bater mais forte e as emoções mais evidentes… Pois é, o amor é muito bonito realmente, e é maravilhoso curtir essa relação, porém antes de tudo é preciso começar, dar o primeiro passo, se declarar…
Vou apresentar agora algumas dicas para você se declarar à pessoa amada. Não importa se está paquerando, namorando ou já é casado(a), o que vale é o romantismo. Só não se declare de forma forçado(a).

Vou apresentar agora algumas dicas para você se declarar à pessoa amada.
1. Jantar
Uma ótima idéia é convidar seu amor para um jantar em um lugar bacana. Se você souber escolher um local aconchegante e romântico, será muito mais fácil para entrar no assunto que vocês desejam.
2. Os dias da semana
Você deve procurar manter contato com seu amor durante a semana, assim você estará conhecendo melhor aquela pessoa que você ama e se tornarão ótimos amigos o que é essencial. Contudo tome cuidado para na exagerar e para não ser ciumento(a)
3. Transformação
Procure fazer coisas que agradem tanto à você quanto à pessoa amada. Dançar, estudar, aprender algo novo, como uma arte fará com que a pessoa que você ama perceba que você se importa com os gostos dela. Tome cuidado para não acabar fazendo algo que você não goste.
4. Fale coisas bonitas.
Procure sempre dizer coisas doces e amáveis. Seja paciente e educado(a). Se você não sabe o que dizer ou escrever, procure livro de romances ou outra fonte que possa te inspirar, e sempre procure ser original.
5. Ame.
Você nunca terá coragem para se declarar se  não estiver disposto a amar a pessoa incondicionalmente. Tenha certeza que é um amor verdadeiro e não uma simples paixão que acaba rapidamente.
Fica aqui a dica e arrase !!!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

É POSSÍVEL ENCONTRAR UM CASAL PERFEITO?


É possivel encontrar um par feliz , em que cada um, com as suas possibilidades , complete o outro sem exigências , sem ferir e magoar?
Podemos dizer que uma união perfeita pressupõe a união de duas pessoas perfeitas. No entanto, não obstante os defeitoss que ainda predominam em nossa sociedade, sabemos de casais que vivem muito bem e gozam de uma  felicidade.
Esses casais felizes são pessoas comuns que lutam com dificuldades profissionais , familiares , e até mesmo íntimas, porém, possuem o firme propósito de alcançarem a paz junto ao cônjuge e com as pessoas que os rodeiam.
Então, é possível encontrar a harmonia, amor e a união?
Sim. É possível .
Pelo menos alguns itens importantes para o êxito da união conjugal serão destacados:

 
*Acrescentemos ainda que o começo de tudo é nos conscientizarmos de que , assim como eliminamos o amor, também o cultivamos .
*Devemos empreender esforços rumo a essa plantação que será cultivada dentro de nos, em nosso coração, todos os dias, com carinho e atenção, respeito e tolerância.
*A harmonia conjugal é obra de compreensão e respeito mútuo.
O casal feliz é aquele que encontra tempo par amar.
*As horas divididas a dois somam muito, na estabilidade emocional de ambos.
*Os cônjuges que não têm tempo um para o outro viverão em mundos diferentes , particulares , e quase nada realizarão juntos. 


Quando isso ocorre , depois de alguns anos serão dois estranhos que vivem sob o mesmo teto, unidos apenas por um papel ou não, sem que se amem verdadeiramente.
  União feliz é aquele que tem por base o amor. o respeito e a amizade sincera.
Outro fator importante para a felicidade conjugal é a cumplicidade . Esse sentimento deverá alcançar todas as situações da vida .
Isto significa gostar do jeito do outro, admirar suas realizações , vibrar com seus afetos , perdoar seus erros, empenhar-se em seus projetos e sonhos , sofrer com as suas dores , repartir as derrotas , vibrar com a vitorias, enfim , serem unidos de verdade. Quando o casal se une de verdade , as vitórias acontecem mais facilmente . E mesmo que haja derrotas, as lágrimas derramadas serão motivos para leva-los a encarar a oportunidade sem culpas e acusações.
Uma união não é constituída por adversários , mas se isso ocorrer , a melhor forma de recuperar a união é tornar o outro nosso melhor amigo.
Não devemos , numa união , lutar a fim de impor somente a nossa vontade ,para satisfação do nosso ego.
Ao contrário de vencer, é preferível e os dois saiam vencedores.
Precisamos , também, descobrir a alegria de doar e não somente receber.
E se nos unirmos é para fazer o outro feliz , também. Casal feliz é aquele que se doa mutuamente .
Enfim, podemos enumerar vários outros ingredientes, para que obtenhamos a felicidade conjugal, mas certamente com amor acharemos nossos próprios caminhos e conseguiremos êxito em nossa convivência.
Basicamente saibamos que, informados de todas essas virtudes , nada obteremos sem que elas sejam colocadas em prática , incansavelmente , até os últimos dias de nossa convivência a dois.
Devemos acreditar , sempre , que poderemos ser felizes.
É com essa finalidade que aqui estamos . E seremos , se assim o quisermos. PENSEM NISSO!!!